quarta-feira, 18 de setembro de 2013

CELSO DE MELLO DESEMPATA EM FAVOR DOS MENSALEIROS

O decano do STF desempatou em favor dos 12 dos 25 condenados do mensalão. A admissão dos chamados embargos infringentes foi aceita por seis votos contra cinco e, com isso, o ex-ministro José Dirceu, os deputados federais José Genoíno e João Paulo Cunha, além do publicitário Marcos Valério e o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, poderão ter suas penas revistas para menos.
Com os novos embargos, o julgamento, que seria encerrado hoje se vencesse a tese de que os embargos seriam incabíveis, deve seguir até o primeiro semestre de 2014.

2 comentários:

Renato Cesar Areas Siqueira disse...

Deveria prevalecer, no STF, o bom senso da vergonha, do zelo, da decência, da honestidade, da responsabilidade, do dever cumprido, do bom exemplo, do patriotismo. Enfim, dos apelos que as recentes manifestações populares levaram às ruas do país. Abaixo o DNA dos 15.000 corruptos trazidos pela Coroa Portuguesa.

Renato Cesar Areas Siqueira disse...

Deveria prevalecer, no STF, o bom senso da vergonha, do zelo, da decência, da honestidade, da responsabilidade, do dever cumprido, do bom exemplo, do patriotismo. Enfim, dos apelos que as recentes manifestações populares levaram às ruas do país. Abaixo o DNA dos 15.000 corruptos trazidos pela Coroa Portuguesa.