quarta-feira, 25 de junho de 2008

MOTO NÃO É ARMA!


Do professor Orávio de Campos, presidente da AIC:

Os jornais diários adiantam as tristes estatísticas dos eventos. Os jovens estão morrendo nos "pegas" com suas motocicletas envenenadas. Isso nas estradas ou no trânsito público da cidade. E o pior é que ninguém faz nada, apesar da imprensa sugerir que alguma coisa precisa ser feita, imediatamente.
A AIC, com outras instituições, vai se reunir neste sábado, às 10 horas, para debater este assunto. Chamou os mecanismos de segunça do Estado e do Município, além de pessoas antenadas com o espírito social. Já temos o apoio da FAFIC, Curso de Comunicação, CVia. Gente de Teatro, Hospital Ferreira Machado e blogueiros como Vitor Longo Brás, Roberto Morais, Renato Barreto, Vitor Menezes e Fábio Siqueira.
Vamos ver o que podemos contar com "jornalistas" na reunião. Precisamos sair desse marasmo a que nos condenamos.
Já bolamos alguns dísticos interessantes. "A MOTO MATA", "PILOTAR A MOTO É UM BARATO, MAS PODE CUSTAR CARO". "NÃO USE A MOTO COMO ARMA CONTRA SUA PRÓPRIA VIDA"....

Abraços do
Orávio de Campos
Presidente da AIC

5 comentários:

Xacal disse...

aqui vai minha contribuição:
Sem capacete, morreu!
Antes ele do que eu!

Xacal disse...

bom ricardo, já q vc censurou a primeira frase: sem capacete, morreu, antes ele do que eu... aí vai outra:
cabeça não é pára-choque,
cabeça é prá pensar:use capacete!

proteja bem suas cabeças:
use camisinha e capacete!

Ricardo André Vasconcelos disse...

Oi Xacal, censurei nada, é que só agora consegui acessar o computador.
abração.

Alexandre disse...

Não seria "mas pode custar caro"?

Ricardo André Vasconcelos disse...

Correto, Alexandre,
obrigado.